O atleta do Sporting apenas conseguiu dois saltos válidos, o terceiro (16,34 metros) e o quarto (16,61), que lhe deu a marca de qualificação para Glasgow, perdendo apenas para o finlandês Simo Lipsanen (16,78), mas batendo os franceses Yoann Rapinier (16,58) e o seu colega de treino, Teddy Tamgho (16,45).

Nas restantes provas, destaque para os 800 metros femininos, com a etíope Diribe Welteji a fazer a segunda melhor marca mundial do ano (2.03,41 minutos), para a grega Tatiana Gousin, que saltou 1,92 em altura, um recorde pessoal a igualar o recorde do meeting.

Entretanto, na Alemanha, no Meeting de Berlim, Liliana Cá tornou-se a primeira portuguesa a participar na clássica prova de lançamento do disco em pista coberta, sendo quarta classificada com a marca de 44,33 metros (num único lançamento válido), muito longe da vencedora, a alemã Nadine Muller, com 63,89 metros (recorde pessoal). Em masculinos, triunfou o austríaco Lukas Weisshaidinger (63,06).

Nesta prova, foram obtidas três melhores marcas mundiais do ano: no comprimento, pela alemã Malaika Mihambo, com um salto de 6,99 metros (e outro de 6,98), batendo o seu recorde pessoal e superando o recorde do meeting; nos 60 metros barreiras, pela alemã Pamela Dutkiewicz, com 7,89 segundos; e no salto com vara masculinos, por Sam Kendricks, dos Estados Unidos, com 5,86 metros no salto com vara (ainda tentou os 6,01 metros, mas não teve sucesso).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.