Pietro Fittipaldi, de 24 anos, fará a sua estreia na competição de alto nível no próximo fim de semana, na penúltima etapa da temporada, no carro da equipa Haas que  Romain Grosjean deixou am aberto após o acidente que sofreu este domingo.

"Estou preparado... Para mim, é incrível. Desde pequeno, todo piloto tem o sonho de correr na F-1”, disse o jovem piloto ao jornal Estado de São Paulo.

"Não é a melhor circunstância, mas o importante é que Romain está bem. Poderia ter sido muito pior. Graças a Deus ele está bem. Vou fazer o meu melhor possível no meu primeiro fim de semana na F-1", acrescentou.

O neto de Emerson Fittipaldi, campeão mundial em 1972 e 1974, vai pilotar o carro da equipa americana no Grande Prémio de Sakhir Exterior, antes da última corrida em Abu Dhabi, no dia 13 de dezembro. Se Grosjean não recuperar, também poderá disputar essa corrida.

Pietro disse que é "muito bom poder seguir o caminho" de avô Emerson, do tio-avô Wilson e do tio Christian, todos da família Fittipaldi e pilotos que competiram na disciplina máxima do automobilismo mundial. E ainda lembrou de outro tio, o italiano Max Papis, que também pilotava na F1.

"Estou muito feliz pela oportunidade, pela confiança da equipa e por poder representar o Brasil na Fórmula Um. É uma grande honra para mim, vou fazer o meu melhor”, disse.

Com experiência na Fórmula 3 e na IndyCar, Pietro foi piloto de testes da Haas nas últimas duas temporadas.

"Nunca sabemos quando a oportunidade vai surgir. Estava como reserva da Haas neste ano e no ano passado, e sempre me preparei. Sabia que precisava de estar preparando para o caso de precisar", disse ele.

O piloto será o primeiro brasileiro a correr na Fórmula 1 desde que Felipe Massa deixou a equipa Williams em 2017.

O herdeiro da dinastia Fittipaldi vai ocupar a vaga de Grosjean que no domingo saiu da pista após embater no carro do russo Daniil Kvyat (AlphaTauri) e de ter chocado em alta velocidade contra as barreiras de proteção.

Com o impacto, o chassi partiu-se em dois e a gasolina verteu, causando um aparatoso incêndio, mas o piloto de 34 anos conseguiu sair e fugir do fogo. A Haas anunciou nesta segunda-feira que terá alta na terça-feira.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.