O jogador brasileiro, lesionado e a assistir na bancada do Parque dos Príncipes no dia 06 de março à eliminação do campeão francês, deu largas à sua cólera nas redes sociais, depois do penálti decisivo a favor dos ingleses, após recurso ao videoárbitro.

“Isso é uma vergonha! Ainda colocam quatro caras que não entendem de futebol para ficar olhando lance em câmera lenta. Isso não existe! Como o cara vai colocar a mão de costas? Ah vá pra pqp!”, escreveu na ocasião o avançado do clube parisiense e da seleção ‘canarinha’.

O passo de hoje da UEFA é o seguimento lógico do inquérito aberto em 13 de março, só que agora enquadrando os factos no artigo 15.d do seu código disciplinar, pelo que o jogador incorre numa pena de pelo menos três jogos por insultar um árbitro.

Existe uma jurisprudência pouco clemente para esta matéria nas instânciais disciplinares, a partir de um outro jogador do PSG – em março de 2015, Serge Aurier foi o primeiro jogador castigado por palavras nas redes socias, neste caso o Facebook.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.