O campeão da Europa concluiu a sua prova em 53,26 segundos, a 1,59 do brasileiro Igor Tofalini, que bateu o compatriota Fernando Rufino por 33 centésimos de segundo.

O canoísta luso, medalha de bronze nos Jogos Paralímpicos Tóquio2020, tinha alcançado o bronze nos mundiais de 2021 e a prata em 2019, sendo que em 2020 não houve competição devido à pandemia de covid-19.

Norberto Mourão competiu agora pela primeira vez internacionalmente depois de Tóquio2020, uma vez que a covid-19 o afastou da única Taça do Mundo disputada.

Igualmente na paracanoagem, na sexta-feira, Alex Santos terminou na quinta posição a final direta de KL1, repetindo o lugar alcançado em Tóquio2020.

Hoje, Portugal vai participar em três regatas para as medalhas, nomeadamente Fernando Pimenta na defesa do título mundial de K1 1.000 metros e ainda nos 500 metros, bem com o K4 500 de João Ribeiro, Messias Baptista, Emanuel Silva e David Varela.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.