Após o desaire no Selhurst Park, frente ao Crystal Palace (1-0), em jogo da 21.ª ronda da Premier League, o técnico, que treina os ‘wolves’ desde 2017, reconheceu que é “preciso sentar e conversar”.

“Com certeza que é [o momento mais difícil]. Temos muitas preocupações, como a criatividade, a velocidade e a quebra de linha. Devemos fazer melhor. É preciso muito trabalho e compromisso de todos nós. Temos que nos sentar e conversar, mas não penso que tenha a ver com confiança”, disse o técnico, de 47 anos, citado pela BBC, lembrando que a equipa “sempre foi uma ameaça no contra-ataque e agora faz demasiados passes”.

Com 23 pontos, os ‘wolves’ ocupam o 14.º lugar, e na próxima jornada recebem os londrinos do Arsenal, que vivem um bom momento na prova.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.