Chegou em janeiro por empréstimo do Atlético Madrid e com quatro golos e quatro assistências em 17 jogos conseguiu convencer os dirigentes monegascos - e Leonardo Jardim - a avançar para a sua contratação definitiva.

"Estamos muitos felizes por poder anunciar a permanência do Gelson aqui. Em poucos meses, mostrou imensas qualidades. A técnica, vivacidade e energia ajudaram a equipa e serão, sem dúvida, ativos valiosos para o futuro do grupo. Estamos confiantes que o Gelson continuará a crescer e a demonstrar todo o seu potencial", afirmou Oleg Petrov, vice presidente do AS Monaco, em declarações ao site do clube.

Já o português diz-se feliz por juntar-se definitivamente ao clube treinado por Leonardo Jardim, afirmando estar ansioso pelo começo da nova época. "Apesar da situação difícil, conseguimos mostrar algumas coisas boas na época e vou fazer tudo para ajudar o clube a atingir os objetivos nesta temporada", disse ao site do clube.

Não foram divulgados quaisquer valores do negócio.

Recorde-se que o Sporting CP e o Atlético Madrid chegaram em maio a acordo para a transferência do internacional português que rescindiu com os ‘leões’ após a invasão à Academia de Alcochete. Na altura, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o clube de Alvalade explicou que o Atlético Madrid pagou 22,5 milhões de euros pela contratação de Gelson Martins.

Formado no Sporting CP, esta é o terceiro clube do extremo português que no currículo soma uma Taça da Liga e Supertaça Cândido de Oliveira ao serviço dos leões e uma Supertaça Europeia pelos colchoneros. Gelson já foi internacional por Portugal em 21 ocasiões tendo participado na Taça das Confederações em 2017 e o Campeonato do Mundo de 2018.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.