Em comunicado, o organismo garante que “serão seguidas todas as medidas sanitárias e respeitada a distância de segurança” e lembra que “será a primeira vez, desde o início da pandemia, que haverá adeptos em jogos da seleção”.

Na semana passada, a presidente da região de Madrid indicou que cerca de 30% da capacidade total do estádio, que alberga 68.000 espetadores, deveria estar preenchida, o que significaria que poderiam assistir ao encontro entre as duas seleções ibéricas cerca de 20.000 pessoas.

O número de espetadores hoje indicado pela RFEF é assim inferior ao apontado por Isabel Diaz Ayuso.

Depois do particular com a Espanha, Portugal fecha a preparação para o Euro2020, em que defende o título conquistado em 2016, com um encontro com Israel, em 09 de junho, no estádio José Alvalade, em Lisboa.

Portugal estreia-se no grupo F do Euro2020 frente à Hungria, em Budapeste, em 15 de junho, defrontando, depois, a Alemanha, em Munique, no dia 19, e a França, atual campeã do mundo e vice-campeã da Europa, em 23 de junho, de novo em Budapeste.

O Euro2020 foi adiado para este ano devido à pandemia da covid-19 e decorrerá entre 11 de junho e 11 de julho.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.