O luso-cubano conseguiu 17,28 metros, o seu melhor registo da época, e só perdeu para dois adversários especialmente fortes – o burquinês Hughes Fabrice Zango, vencedor com 17,43, e o norte-americano Christian Taylor, que chegou aos 17,34.

Zango, medalha de bronze do último Mundial, passa a ser o líder mundial do ano e Taylor, bicampeão olímpico, ‘salta’ para segundo. Na lista do ano, Pichardo segue em quarto, imediatamente atrás do cubano Andy Diaz (17,30).

No mesmo ‘meeting’ a também portuguesa Evelise Veiga foi oitava posicionada no salto em comprimento, com 6,43 metros. A vitória foi para a bielorrussa Nastassiaa Mironchyk-Ivanova, a líder mundial do ano, com 6,73.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.