Equipa da época

  • Leicester City

O campeonato está tão equilibrado que é muito complicado escolher uma equipa. Do óbvio campeão Liverpool, até ao Manchester United, que aos poucos consegue chegar perto dos primeiros lugares. Do Tottenham e Chelsea, que com transformações têm provado que estão para ficar - faltando-lhes apenas alguma consistência. De todas elas, o que é certo é que nenhuma tem deslumbrado ou pelo menos se destacado das restantes. Assim sendo resta-nos o Leicester que, com menos recursos mas com um sólido percurso de anos a tomar boas decisões, se encontra todos os anos em excelente posição. Com um quinto lugar conseguido na época transata — ficando a apenas quatro pontos do terceiro  — e, de momento, a ocupar uma excelente terceira posição a apenas quatro pontos da liderança, as Raposas têm de ser a equipa da época até ao momento.

Treinador da época

  • José Mourinho

Seria quase obrigatório, após a equipa da época, que Brendan Rodgers fosse também ele o treinador da época até ao momento. Não estando muito longe disso, para mim a decisão recai para José Mourinho por dois motivos. Primeiro porque Rodgers é um dos principais responsáveis pelo sucesso actual do Leicester mas a genuína maioria da responsabilidade deve ser atribuída, em minha opinião, ao clube em si e à sua estrutura, dados os resultados do passado recente, independentemente dos treinadores.

Por outro lado, José Mourinho conseguiu renovar uma equipa sem ter de gastar muito dinheiro. Depois de anos ao serviço de Pochettino, seria de prever que muitos dos jogadores do Tottenham estivessem agora prontos para outros desafios, mas não como um grupo. Contudo, José Mourinho deu a volta à moral da equipa e transformou não só a sua forma de jogar, como a sua forma de pensar o jogo. Mais um feito incrível na carreira do português, que procura a todo um custo um título com uma equipa que já não conhece o sabor das conquistas desde 2007/08, quando venceu a Taça da Liga frente ao Chelsea.

Jogador da época

  • Bruno Fernandes

Não há muito a dizer sobre Bruno Fernandes e a forma como tornou esta, a sua liga. Responsável por manter a sua equipa no topo da tabela, só se poderá desejar que 2021 traga mais um ou outro reforço para fazer companhia ao médio português, de forma a ajudá-lo a conquistar a Inglaterra, não só individualmente, mas como equipa. Esse é um feito que teria tanto de difícil como de incrível.

Menções Honrosas: Andy Robertson, Son Heung-Min, Calvert-Lewin, Kevin De Bruyne e Harry Kane são alguns dos nomes que têm feito desta edição uma das mais competitivas e interessantes ligas dos últimos anos em Inglaterra.

Guarda-redes da época

  • Édouard Mendy, Illan Meslier e Karl Darlow

Esta é uma das categorias mais complicada de escolher um único elemento. Existem excelentes guarda-redes em Inglaterra, principalmente na parte de cima da tabela. Contudo, alguns nomes saltaram à vista neste fim de ano e estes são os três jogadores que me parecem ser candidatos no final a prémios na categoria. Sejam eles melhor guarda-redes, sensação ou até mesmo confirmação.

Édouard Mendy parece ter feito o impossível. Colocar um ponto final na menos boa relação entre Frank Lampard e Kepa Arrizabalaga, relegando o jovem guardião espanhol ao banco de suplentes em definitivo e acabando com o ambiente estranho entre o guarda-redes titular e o treinador. O guardião francês de 28 anos em 12 jogos leva já seis sem sofrer golos. O futuro parece risonho para o atleta e para o Chelsea, que já vê nele uma das peças essenciais para recuperar a consistência perdida nos últimos anos.

Illan Meslier pode ser o segundo guarda-redes com mais golos sofridos na temporada 2020/21, mas é com toda a certeza uma das mais valias da liga e um dos jogadores mais promissores da mesma. Ainda com algumas lacunas no seu jogo, como o jogo de pés e algumas saídas aéreas menos confiantes, o guardião do Leeds United é um dos melhores, se não o melhor da liga entre os postes.

Karl Darlow é um experiente guarda-redes que tem feito da sua habilidade um dos fatores para o Newcastle estar confortavelmente a meio da tabela. Ainda esta semana, frente ao Liverpool, o guardião foi a chave que manteve portas cerradas no marcador. Darlow tem sido uma das surpresas da época e um guarda-redes que iremos continuar a acompanhar.

Sensação da época

  • James Justin

James Justin é a sensação da liga. O jovem defesa direito - fazendo, igualmente bem, posições no lado oposto do campo - aproveitou a oportunidade através da infelicidade de Ricardo Pereira. Após a lesão do lateral português, Justin agarrou o lugar com unhas e dentes e é hoje uma certeza da liga e muito brevemente da seleção principal inglesa.

Quem ainda não conhece o poderoso lateral do Leicester City, aproveite para vê-lo em ação este domingo, dia 3 de janeiro, frente ao Newcastle. Com uma capacidade de percorrer todo o campo e versatilidade em ocupar ambas as alas, James Justin tem sido o motor da equipa nas transições da equipa do Leicester.

Menção Honrosa: Ollie Watkins

Contratação da época

  • Chelsea

Não uma mas seis, foram estas as contratações que levam o Chelsea a ser “a” contratação e não um jogador como seria normal. Uma janela de transferências onde gastou muito, mas aparentemente gastou bem. Todos eles jogadores com grande influência na equipa, à excepção de Malang Sarr (emprestado ao Futebol Clube do Porto).

  • Timo Werner (RB Leipzig)
  • Hakim Ziyech (Ajax)
  • Ben Chilwell (Leicester)
  • Malang Sarr (Nice) - Emprestado ao Porto
  • Thiago Silva (PSG)
  • Kai Havertz (Bayer Leverkusen)
  • Edouard Mendy (Rennes)

Menções Honrosas:

  • James Rodriguez (Real Madrid)
  • Diogo Jota (Wolves)
  • Pierre-Emile Højbjerg (Southampton)

Golo(s) da época

  • Sebastien Haller v Crystal Palace

Menções honrosas:

James Maddison v Manchester City
Jamie Vardy v Manchester City
Matheus Pereira (min 1:05)
Reece James v Brighton (min 1:20) 
Bruno Fernandes v Newcastle (min 1:00)
Ademola Lookman v Sheffield (min 1:04)
Manuel Lanzini (min 1:32)
Michail Antonio v Manchester City 
Son v Arsenal
James Maddison v Brighton 

Não podemos terminar esta categoria sem antes deixar aquele que, afinal, foi mesmo o golo do ano. Não somos nós que o dizemos mas sim o Prémio Puskas atribuído pela FIFA.

Golo do ano 2020

  • Son Heung-Min

Assistência da época

  • Harry Kane

Com 9 golos e impressionantes 10 assistências, Harry Kane tem obrigatoriamente de ser o destaque nesta categoria. A transformação do avançado sob a batuta de José Mourinho tem sido algo de deixar água na boca, sempre que o ponta de lança inglês desce no terreno para segurar a bola e colocar toda a sua capacidade técnica e visão de jogo ao serviço da equipa e dos companheiros de equipa, em especial Son. De forma a ilustrar isso mesmo, recordamos o encontro do Tottenham frente ao Southampton onde Kane, além do golo marcado, fez um poker de assistências para, precisamente, Son Heung-Min.


Esta semana na Premier League

Premier League | 17.ª Jornada

Sexta-feira, 1 de Janeiro
17:30 | Everton v West Ham
20:00 | Man Utd v Aston Villa

Sábado, 2 de Janeiro
12:30 | Tottenham v Leeds
15:00 | Crystal Palace v Sheffield Utd
17:30 | Brighton v Wolves
20:00 | WBA v Arsenal

Domingo, 3 de Janeiro
12:00 | Burnley v Fulham
14:15 | Newcastle v Leicester
16:30 | Chelsea v Man City

Segunda-feira, 4 de Janeiro
20:00 | Southampton v Liverpool

Numa semana em que, além de jogos adiados, devido à propagação da covid-19 em várias equipas, está em cima da mesa uma paragem considerável da liga, para voltar a isolar os grupos de trabalho, numa altura em que os casos em Inglaterra atingem números recorde. Contudo, até ao momento, estes são os jogos previstos para o início de ano. O destaque irá o Tottenham v Leeds, onde uma batalha de opostos terá lugar. No papel, a solidez e consistência do Tottenham irão aniquilar a loucura ofensiva do Leeds de Bielsa. No campo, aí só o jogo o dirá, mas será com toda a certeza um magnifico arranque de 2021.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.