Além de banir o empresário durante três anos, o mesmo terá de pagar 100 mil euros de multa e o PAOK perde três pontos na tabela, caindo para o terceiro lugar, a cinco do líder, o AEK, e a um do Olympiacos.

A decisão, que inclui ainda uma multa de 63 mil euros para o clube, pode ainda ser alvo de recurso para a Federação Grega de Futebol (EPO).

O incidente, ocorrido em 11 de março, levou a que o vice-ministro dos Desportos, Yiorgos Vassiliadis, suspendesse o campeonato, que vai ser retomado este fim de semana, três semanas depois.

No jogo disputado em Salónica, Ivan Savvidis, presidente do PAOK, entrou em campo de pistola à cintura e contestou uma decisão da arbitragem.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.