O treinador, de 43 anos, tinha sido contratado no início da época, assinando então um vínculo de duas temporadas, mas não resistiu à recente série de resultados menos conseguidos.

O conjunto vila-condense não vence, no campeonato, há cinco jogos e tem um dos piores ataques prova em termos de finalização, com apenas seis golos marcados, em 11 jornadas.

Mário Silva deixa a equipa no 13.º posto do campeonato, com 11 pontos, a dois dos lugares de descida, mas qualificou o conjunto vila-condense para os oitavos de final da Taça de Portugal.

Na nota publicada no sítio do Rio Ave, o clube “enaltece a postura profissional e as qualidades humanas de Mário Silva e da sua equipa técnica”, agradecendo “a forma séria, honesta e exemplar com foi encerrado este ciclo”.

Na mesma informação, o Rio Ave avança que o plantel será orientado, de forma interina, por Pedro Cunha, técnico da equipa B, que deve sentar-se no banco na partida do próximo domingo, para a I Liga, frente ao Paços de Ferreira.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.