O finalista de 2016 garantiu, com um triunfo por 2-6, 6-1, 7-6 (7-0) e 6-1 sobre o nono tenista mundial, consumado em duas horas e 39 minutos, uma reedição da meia-final do ano passado com o suíço Stanislas Wawrinka.

Murray apurou-se para pela 21.ª vez para uma meia-final de um ‘Grand Slam’, sendo a quarta vez consecutiva, e a quinta no total, que atinge esta fase no torneio parisiense.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.