Já recuperado, o também ex-futebolista e internacional holandês, de 57 anos, disse ter sido “muito assustador” o que aconteceu no fim de semana, para ele, família e amigos, mas que agora está agradecido aos profissionais de saúde.

“Quando acontece isto, vemos o que realmente importa na vida. Para mim, foi maravilhoso ver tantas pessoas comovidas. Recebi muitas mensagens carinhosas”, assinalou Koeman.

O técnico escreveu ainda no Twitter que se sente "fenomenal" e capaz de enfrentar as coisas com muita energia, quando o futebol regressar.

No domingo, o atual selecionador dos Países Baixos sentiu fortes dores no peito após um treino de bicicleta, e foi sujeito a um cateterismo, que é um procedimento utilizado para libertar a artéria que esteja demasiado estreita ou bloqueada através da implantação nesta de uma prótese intravascular.

Como futebolista, com passagens pelo Ajax, PSV ou FC Barcelona, Koeman foi um dos melhores jogadores da sua geração, conquistando duas Ligas dos Campeões, em 1988 frente ao Benfica, e em 1992, final em que marcou o golo do primeiro título europeu do ‘Barça’.

Curiosamente, o antigo futebolista viria a treinar o Benfica em 2005/06, época em que levou os ‘encarnados’ aos quartos de final da ‘Champions’ depois de eliminar o Liverpool.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.