“Tenho plena noção de que duas derrotas mudam completamente o cenário. Mantenho sempre os pés no chão. O nosso foco é sempre o trabalho, da mesma maneira”, afirmou, em conferência de imprensa de antevisão à partida.

O técnico do conjunto de Alvalade elogiou o Moreirense, salientando a motivação dos cónegos, confortáveis na tabela classificativa, com o trabalho do Sporting durante a semana a focar-se nos jogadores, que apresentam “muita energia, sem cansaço para o jogo”, que antevê ser “uma luta muito boa”.

“O Moreirense é uma excelente equipa, tem um excelente treinador. O seu bloco baixo é muito bem organizado, tem jogadores de qualidade que podem mudar a forma de jogar. Tem muitas soluções, joga sem pressão e quer mostrar que não é por acaso que tem uma derrota em 11 jogos, mas o Sporting vai estar preparado”, analisou.

Os ‘leões’ vão poder contar com o argentino Marcos Acuña e o cabo-verdiano Jovane Cabral, recuperados das respetivas lesões, “jogadores importantes” para Rúben Amorim, que avisou que ninguém tem “lugar garantido, tem de lutar por um lugar e isso só aumenta a qualidade da equipa”, ressalvando que “quem estiver melhor durante a semana, irá a jogo”.

Rúben Amorim permanece invicto em jogos da I Liga enquanto treinador, mas desvalorizou que isso possa aumentar a motivação dos adversários para tentarem ser os primeiros a derrotá-lo, considerando que “jogar contra o Sporting” é motivação suficiente.

“Certamente eles não estão no balneário a dizer que vão jogar contra o Rúben Amorim, vão jogar contra o Sporting. O pensamento no nosso balneário é: ‘vamos perder um dia, mas não será esta semana’. A preparação é sempre para vencer. Quando perdermos, logo se verá”, frisou.

A aposta na juventude tem tido resultados positivos, com o técnico dos ‘verde e brancos’ a justificar a boa resposta dos jovens atletas com os treinos: “Durante a semana, estamos sempre em cima deles. Eles sabem que, se facilitarem, o lugar deles está em risco. O Sporting é um clube grande, cinco jogos não são nada e têm de continuar a trabalhar”.

A próxima época já está a ser analisada, com o Sporting a ter já uma noção do que necessita, mas Rúben Amorim alertou para a incógnita do mercado até ao momento e as condições para investir, tendo também em conta “a resposta dos jogadores da formação e as propostas a jogadores que vão ou querem sair”.

O Sporting, terceiro classificado da I Liga, com 55 pontos, defronta na segunda-feira o Moreirense, oitavo, com 38, no estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, às 21:00, sem público nas bancadas e com arbitragem de Tiago Martins, da Associação de Futebol de Lisboa.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.