Para Rui Vitória, que se diz amargurado por nunca ter sido ouvido no processo que conduziu à suspensão de 15 dias, que agora termina, sustenta que teve sempre uma postura serena por saber que as suas palavras têm impacto no público, salientando que sabe separar as águas.

"Uma coisa é o meu castigo outra é o árbitro Tiago Martins [árbitro do encontro com o Moreirense para a Taça da Liga onde Rui Vitória foi expulso]. Durante duas semanas não falaram dois minutos comigo. Quando faço qualquer crítica é não direcionada aos árbitros enquanto pessoas, mas em relação ao trabalho deles. Se há pessoa que tem sido cautelosa em relação às arbitragens tenho sido eu. Sei que qualquer postura que eu tenha vai ter impacto nas pessoas", começou por dizer.

O treinador relembrou o jogo com o Boavista (que terminou com um empate a três golos) e, tal como na época passada, voltou a dizer que um erro de arbitragem tem impacto no desempenho do próprio árbitro e consequências juntos de terceiros.

"Há três semanas houve um jogo que ia para o Guiness. Houve três golos em 20 minutos precedidos de falta. Qual foi a minha postura? Zero, não disse nada. Não admito que brinquem com o meu trabalho e com o dos meus jogadores. Um avançado quando falha um golo prejudica a própria equipa. O árbitro quando erra prejudica-se a si próprio e prejudica terceiros", afirmou.

Em relação ao encontro com o Sporting de Braga, Rui Vitória garante que o Benfica, apesar da ausência de Jonas, irá apresentar-se na máxima força com o intuito de conquistar os três pontos, reconhecendo o valor do adversário que está há quatro jogos sem vencer, tendo averbado duas derrotas (Vitória de Guimarães e Rio Ave) e outras tantos empates (Estoril-Praia e Boavista).

"Não olho para resultados, mas para aquilo que as equipas valem e para as ideias dos seus treinadores. Pode ter aqui ou ali uma dose de confiança porque as vitórias ajudam. Prevejo um jogo muito complicado para nós e onde o Sporting de Braga vai querer ganhar. Temos de ser uma equipa forte para chegar a Braga e ganhar. Temos de estar altamente motivados para dar continuidade ao que temos vindo a fazer", rematou.

O Benfica, segundo classificado, com 51 pontos, menos dois que o líder FC Porto (com um jogo a mais) defronta este domingo, às 20:15 horas, na cidade do Arcebispos, o Sporting de Braga, quarto com 38, em jogo da 22.ª jornada da I Liga que será arbitrado pelo lisboeta Tiago Martins.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.