O emblema comandado por Fabrizio Castori foi ao reduto do 19.º colocado triunfar com golos de André Anderson (67 minutos), de penálti, Tiago Casasola (72) e Gennaro Tutino (81), e assegurou a terceira presença da sua história entre a elite do futebol transalpino, a primeira desde 1998/99.

Para iniciar a época 2021/22 na Serie A, o Salernitana terá que mudar de ‘mãos’ num espaço de um mês, uma vez que Claudio Lotito, coproprietário do emblema sediado em Salerno, a sul de Nápoles, também preside a primodivisionária Lazio e os regulamentos da federação italiana proíbem que dois clubes do mesmo campeonato tenham o mesmo proprietário.

A terceira e última vaga de acesso será disputada via ‘play-offs', entre o Monza, no qual alinha o português Dany Mota, Lecce, Veneza, Cittadella, Brescia e Chievo, clubes que estão entre os terceiro e oitavo postos, respetivamente. O Empoli sagrou-se campeão com 73 pontos, mais quatro do que o segundo colocado Salernitana.

Despromovidos ao segundo escalão já estão o Crotone e Parma, do internacional português Bruno Alves.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.