“[Para vencer o próximo jogo, o Santa Clara] Tem que ter muita competência, tem que ser um Santa Clara no seu melhor nível para ultrapassar um adversário que é muito forte, está na luta pelo título e, coletiva e individualmente, tem os argumentos necessários para ultrapassar qualquer adversário”, afirmou o técnico dos açorianos, na antevisão ao encontro que se irá disputar no estádio de São Miguel.

João Henriques assinalou que para fazer frente aos ‘azuis e brancos’, os açorianos terão de apresentar “muita agressividade com bola, muita organização” e ser “assertivos na missão tática individual e coletiva da equipa”.

“Sabemos quais são os pontos fortes do adversário. Vamos tentar contrariar isso mesmo e depois fazer também valer aqueles que são os nossos pontos muito bons”, destacou.

Entre os aspetos mais fortes da sua equipa, o treinador dos insulares recordou que o Santa Clara é a melhor defesa da segunda volta do campeonato (sofreu três golos, em cinco partidas), mas considerou que para vencer os ‘dragões’ “não chega defender bem”.

“Isso [sofrer poucos golos] não chega, porque sabemos exatamente que o adversário marca em todos os jogos. Como tal, não chega defender bem, temos também de fazer golo na baliza adversaria”, disse.

Na segunda metade do campeonato, os açorianos venceram quatro dos cinco jogos em disputa, tendo a derrota acontecido na última jornada, frente ao Moreirense por 2-1, enquanto os ‘dragões’ são a única equipa que ganhou os cinco encontros.

O técnico dos ‘encarnados’ de Ponta Delgada apontou que diante do FC Porto quer “continuar a fazer” o que tem vindo a ser feito nos últimos encontros.

“Queremos continuar a fazer o que temos feito nesta segunda volta. Sermos competentes no momento defensivo, sermos uma equipa assertiva no momento ofensivo e, depois, há o momento muito forte do FC Porto, que são as bolas paradas, tal como nós”, relevou.

João Henriques previu um jogo “muito interessante” e afirmou que o adversário irá apresentar-se nos Açores “muito mais pressionado”, ao contrário do Santa Clara que se encontra numa “posição tranquila na tabela” classificativa.

“Estamos mais tranquilos e isso pode ser um ponto positivo para nós. Agora, do outro lado, está uma grande equipa, uma equipa habituada a ter pressão, que gosta da pressão, porque é sinal que lutam por objetivos altos”, apontou.

O FC Porto parte para a ronda 23 a apenas um ponto do líder Benfica, mas visita os Açores na ressaca da eliminação na Liga Europa, após a derrota caseira frente ao Bayer Leverkusen, por 3-1, depois do 1-2 sofrido na Alemanha.

O Santa Clara, oitavo classificado da I Liga, com 29 pontos, vai receber o FC Porto, segundo, com 56, na segunda-feira, às 18:30 (19:30 em Lisboa), no estádio de São Miguel, nos Açores.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.