"A cara é sempre a mesma, é a de quem quer trabalhar no limite para conseguir os melhores resultados. Não estava tudo perdido quando estávamos a alguns pontos do rival, nem agora está ganho com mais um ponto [do que o Benfica]. Há muitos pontos em disputa, vai ser um caminho difícil a percorrer", referiu o treinador.

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Rio Ave, relativo à 24.ª jornada da I Liga de futebol, Conceição disse que “vai ser mais um teste difícil como são todos os testes semanais que temos tido”.

“Vamos ter um Rio Ave que tem feito um trajeto acima da média, de acordo com o que têm sido os últimos anos e com um treinador [Carlos Carvalhal] dos mais experientes dos últimos anos. É um dos bons treinadores da nossa praça. Vai ser um jogo difícil como todos os que temos tido para o campeonato", frisou.

Para a reta final do campeonato, Sérgio Conceição desejou ainda "boa sorte a todos os intervenientes", em especial aos árbitros, recordando o final da última temporada.

"Não é uma questão de ter receio que fatores externos possam interferir. Aproveito para desejar uma sorte diferente aos árbitros e aos intervenientes diretos no jogo de futebol, que não tiveram no final do último campeonato. Não estou a dizer uma coisa nova e não estou aqui a tentar vender a banha da cobra. Estou a falar de factos. Conhecemos aquilo que foram as 10/12 jornadas do ano passado e realmente em termos daquilo que foi a prestação dos árbitros... Não foi a melhor. Não estiveram tão bem", disse.

Para Sérgio Conceição, esse “foi um período decisivo”, em que os ‘dragões’ tiveram nove vitórias e um empate, foram “muito regulares”, mas mesmo assim não ganharam o campeonato.

“Não estou a tentar criar pressão. Um jogo de futebol tem sempre pressão. Para quem joga e para quem está a arbitrar. Desejo as melhores felicidades a todos os que são intervenientes diretos no jogo”, completou.

O treinador do FC Porto considerou também que "tudo o que for para a maior clareza do futebol português é positivo", referindo-se às buscas realizadas esta semana, no âmbito da ‘Operação Fora de Jogo’, em que a Autoridade Tributária e a Procuradoria-Geral da República fizeram buscas no futebol português, incluindo à SAD dos ‘dragões’.

"Quem não deve, não teme. Se as autoridades acham que têm de investigar, que investiguem", disse Sérgio Conceição.

O FC Porto, líder isolado do campeonato, com 59 pontos, recebe este sábado, às 20:30, o Rio Ave, no 5.º lugar, com 37, numa partida relativa à 24.ª jornada da I Liga de futebol.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.