A sete jornadas do fim, o Sion ocupa o nono e penúltimo lugar do campeonato helvético, com os mesmos 31 pontos do lanterna-vermelha Lausanne Sport, e “vai ficar excluído da próxima competição de clubes da UEFA para a qual se qualificar, nas épocas 2018/19 e 2019/20″, explicou a UEFA.

O presidente do Sion, Christian Constantin, foi ainda multado em 235 mil euros.

Esta temporada, o Sion, que conta no plantel com o português Carlitos, foi eliminado na terceira pré-eliminatória da Liga Europa pelos lituanos do Suduva.

O comité de controlo financeiro de clubes da UEFA, que é presidido pelo português Cunha Rodrigues, decidiu ainda impedir os cazaques do Irtysh de participarem nas próximas três temporadas em competições europeias, suspendendo ainda o pagamento de 440 mil euros da participação na Liga Europa de 2017/18.

Os albaneses do Tirana e os sérvios do Vojvodina também viram retidos os seus prémios, ambos no valor de 215 mil euros.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.