A visita dos ‘leões’ ao Estádio Pina Manique, em Lisboa, vai promover o regresso do treinador Rúben Amorim à casa onde se estreou como treinador, em 2018/19, então no Campeonato de Portugal.

Em conferência de imprensa de antevisão do encontro, Rúben Amorim admitiu que o terreno dos ‘gansos’ é “um local muito especial”, mas frisou que a única forma de manter as “boas recordações” é assegurar a passagem à próxima eliminatória da competição.

“Será especial e eu quero manter as boas recordações de Pina Manique. Portanto, precisamos de ganhar. Não ganhando, torna-se tudo um pesadelo, em vez de algo especial. Temos essa obrigação”, assumiu o antigo treinador do Casa Pia, atualmente no ‘comando’ do Sporting.

O Sporting, que divide a liderança da I Liga com o FC Porto, vai defrontar o quarto classificado do segundo escalão, a partir das 20:45, num encontro que vai ser arbitrado por Rui Costa, da associação do Porto.

Na véspera do jogo ‘grande’ da ronda, o clássico entre FC Porto e Benfica, será também apurado para os quartos de final um representante do Campeonato de Portugal, o vencedor do embate entre Leça e Paredes, agendado para as 14:00.

A equipa que ganhar este encontro vai fazer regressar um clube do quarto escalão aos oito finalistas da prova ‘rainha’, algo que não acontecia desde a edição 1999/2000, quando o Dragões Sandinenses, então na III Divisão, perdeu nos 'quartos' por 3-0 na visita ao Sporting, comandado por Augusto Inácio.

O Leça, que conta quatro presenças no principal escalão, uma em 1941/42 e as restantes entre 1995 e 1998, lidera atualmente a Série C do Campeonato de Portugal, com os mesmos 25 pontos do histórico Salgueiros, tendo chegado a esta fase depois de eliminar os primodivisionários Arouca (2-1 nas grandes penalidades, após 1-1) e Gil Vicente (1-0).

Já o Paredes, segundo colocado na Série B do mesmo escalão, em igualdade com o líder Mirandela, superou o ‘secundário’ Académico de Viseu (3-1) no seu percurso na Taça, competição na qual já chegou aos ‘quartos’ em 1984/85, quando foi eliminado pelo Benfica.

O jogo de maior cartaz dos ‘oitavos’ da Taça de Portugal de 2021/22 está marcado para quinta-feira, quando o FC Porto defrontar o Benfica, no Estádio do Dragão, previsivelmente, sem a presença dos treinadores dos dois clubes - Sérgio Conceição e Jorge Jesus -, que estão suspensos.

No mesmo dia, o Sporting de Braga, detentor do troféu, desloca-se ao terreno do Vizela, enquanto os também primodivisionários Moreirense e Belenenses SAD visitam Mafra e Rio Ave, ambos da II Liga, respetivamente.

Programa dos oitavos de final da Taça de Portugal:

- Terça-feira, 21 dez:

Tondela (I) – Estoril Praia (I), 3-1

Famalicão (I) – Portimonense (I), 1-1 (1-1 ap, 2-4 gp)

- Quarta-feira, 22 fev:

Leça (CP) – Paredes (CP), 14:00

Casa Pia (II) – Sporting (I), 20:45

- Quinta-feira, 23 fev:

Mafra (II) – Moreirense (I), 11:00

Rio Ave (II) – Belenenses SAD (I), 17:00

Vizela (I) – Sporting de Braga (I), 18:45

FC Porto (I) – Benfica (I), 20:45

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.