“Acredito que sim [que vai ser uma festa] porque acredito verdadeiramente que a esmagadora maioria dos adeptos do desporto repudiam, recusam, afastam tudo o que tenha a ver com violência. Estou convencido que o Jamor [em Oeiras, distrito de Lisboa, onde se situa o Estádio Nacional, palco da final] vai ser uma demonstração inequívoca de que essa é a realidade do país”, disse João Paulo Rebelo.

Em declarações em Coimbra, à margem da sessão de apresentação do Plano Nacional de Alojamento para o Ensino Superior, o governante – que tenciona estar presente na final da Taça de Portugal – apelou a que os “verdadeiros adeptos do desporto, que nada têm a ver com a violência” se reúnam em festa no Estádio Nacional “numa demonstração clara de que os amantes do desporto são esmagadoramente mais do que os criminosos que procuram trazer para o desporto um fenómeno que nada tem a ver com o desporto como o da violência”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.