Depois de uma semana de grande nível, na qual perdeu apenas na final para o norueguês Casper Ruud, o vimaranense de 33 anos protagonizou a maior subida da semana no ‘top 100’ da hierarquia ATP e é agora 63.º, o seu melhor ‘ranking’ desde 20 de janeiro de 2020, quando figurou no 59.º posto.

O número um nacional chegou à final do torneio suíço pela segunda vez na carreira (a primeira foi em 2015), tendo afastado pelo caminho, entre outros, o francês Richard Gasquet e o georgiano Nikoloz Basilashvili.

Na sua 12.ª final no circuito ATP, Sousa perdeu frente ao norueguês Casper Ruud, oitavo classificado na hierarquia mundial, em três renhidos ‘sets’, por 7-6 (7-3), 4-6 e 7-6 (7-1), mas a sua prestação valeu-lhe o maior dos ‘saltos’ num ‘ranking’ com poucas mexidas entre os 100 primeiros e em que o ‘top 10’ permanece imutável, com o sérvio Novak Djokovic a liderar, seguido do russo Daniil Medvedev e do alemão Alexander Zverev.

Entre os portugueses, Nuno Borges, que foi eliminado na primeira ronda de Roland Garros, à qual acedeu através da fase de qualificação, caiu nove lugares e é agora 135.º, e Gastão Elias desceu dois postos até à 159.ª posição.

No ‘ranking’ feminino, a polaca Iga Swiatek continua a figurar na primeira posição, enquanto a checa Barbora Krejcikova é segunda e a grega Maria Sakkari destronou a espanhola Paula Badosa do terceiro posto.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.