Em Saint James’s Park, os anfitriões adiantaram-se no marcador por intermédio do brasileiro Joelinton, aos 28 minutos, só que os ‘spurs’ operaram a reviravolta logo de seguida, com dois golos do ‘inevitável’ goleador Harry Kane, aos 30 e 34.

Kane ‘bisou’ pela terceira vez na presente edição da Premier League e isolou-se no topo da lista dos melhores marcadores, com 19 golos, à frente do egípico Mohamed Salah (18), do Liverpool, e do português Bruno Fernandes (16), do Manchester United.

No segundo tempo, Tanganga e Kane dispuseram de situações para ‘matar’ o jogo, só que não conseguiram concretizar e o Newcastle acabou por capitalizar a ineficácia dos londrinos para repor a igualdade, aos 85 minutos, através de Joe Willock.

O Tottenham é quinto classificado, com 49 pontos, mas desperdiçou a possibilidade de ‘roubar’ o quarto posto ao Chelsea (51), que no sábado foi goleado pelo West Bromwich, por 5-2. De resto, tanto ‘blues’ como ‘spurs’ podem ser ultrapassados por outro rival londrino, o West Ham (49), caso os ‘hammers’ vençam o Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, na segunda-feira.

Já o Newcastle somou o sétimo jogo consecutivo sem vencer e mantém-se no 17.º lugar, apenas dois pontos acima da zona de despromoção.

Na primeira partida do dia, o Southampton (13.º) esteve a perder na receção ao Burnley (15.º), com golos de Chris Wood, aos 12 minutos, e Matej Vydra, aos 28, mas deu a volta ao marcador e conseguiu vencer por 3-2, graças aos tentos de Stuart Armstrong, aos 31, Danny Ings, aos 42, e Nathan Redmond, aos 66.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.