No primeiro embate da eliminatória, na Alemanha, a formação germânica derrotou os ‘dragões’, por 2-1, revelando então mais posse de bola, mas Peter Bosz garantiu que o seu conjunto não se vai apresentar conformado com o resultado.

“A nossa estratégia vai ser voltar a ganhar. Não quero saber da posse de bola. Queremos atacar e vencer o jogo”, disse o treinador do Bayer Leverkusen.

Peter Bosz garantiu que a sua equipa está “confiante” e, reconhecendo que “o resultado do jogo da primeira mão foi bom”, revelou estar preparado para defrontar um FC Porto que “tem de ganhar”.

“Vão ter de atacar, mas não sei se o farão desde o início. Pode ser que pressionem desde os primeiros minutos, ou podem guardar-se para o final. Mas estaremos preparados e concentrados no nosso jogo”, afirmou.

O treinador do Bayer Leverkusen lamentou as ausências de Volland e Alario, dois importantes jogadores na habitual estratégia da equipa, e comentou a integração do defesa Tapsoba, reforço de ‘inverno’ contratado ao Vitória de Guimarães.

“Não é fácil entrar a meio da época quando se é novo, e ele integrou-se bem. Fê-lo de forma excelente e foi mais rápido do que estávamos à espera. Foi muito bom e se estiver em condições vai jogar esta partida”, disse o técnico.

Precisamente ao lado do treinador estava o defesa internacional pelo Burkina Faso, que considerou a sua equipa “favorita” a passar a eliminatória, mesmo reconhecendo a qualidade do FC Porto.

“É uma grande equipa, com jogadores de qualidade. Conheço um pouco o estilo de jogo deles e falei no balneário sobre isso. Os pontos fortes são as bolas paradas, pois têm dois pontas-de-lança fortes a quem não podemos dar espaço. O ponto mais frágil são as costas da defesa, que temos de explorar com os nossos avançados rápidos”, disse Tapsoba.

O FC Porto recebe esta quinta-feira o Bayer Leverkusen, em partida da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa de futebol, agendada para as 17:55, e que terá arbitragem do romeno István Kovács.

No embate da primeira mão, os dragões foram derrotados por 2-1, com Alario e Havertz e fazerem os tentos dos germânicos, e Luís Diáz a reduzir para a formação portuguesa.

JPYG/JYA // AJO

Lusa/fim

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.