De acordo com a equipa, que se manifestou satisfeita com a continuidade da “estrela do ciclismo atual”, o eslovaco Peter Sagan, de 28 anos, “sente-se em casa” na Bora-hansgrohe.

Peter Sagan ficou “encantado” com a sua continuidade na equipa alemã, assumindo que foi “uma decisão fácil” de tomar, “mesmo tendo ainda mais uma temporada do atual contrato para cumprir”.

“Eu vivi dois anos notáveis com esta equipa e não gostaria de ter de mudar. Senti sempre apoio e confiança, mesmo nos momentos mais difíceis. Estou confiante de que os próximos anos vão ser tão bem sucedidos quanto os dois primeiros”, disse Sagan.

A Bora-hansgrohe também prolongou até 2021 os contratos de Juraj Sagan, irmão de Peter, do polaco Maciej Bodnar, do italiano Daniel Oss e do alemão Marcus Burghardt.

Antes, já tinham prolongando o vínculo contratual até 2020, os austríacos Patrick Konrad, Gregor Mühlberger, Lukas Pöstlberger e Felix Großschartner.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.