A dupla de arbitragem formada por José Martins e Miguel Guilherme, de Lisboa, considerou que não estavam reunidas as condições de segurança necessárias para continuar o jogo, que na altura da interrupção o Óquei de Barcelos vencia por 6-4.

Na sua página na rede social Facebook, o Óquei de Barcelos refere que o encontro “foi suspenso pela equipa de arbitragem, que considerou que o clube da casa não assegurou as condições de segurança necessárias no Pavilhão Salvador Machado, em Oliveira de Azeméis”.

Pelas imagens da transmissão do jogo na Internet é possível ver confrontos na bancada atrás da baliza do Óquei de Barcelos, com cenas de pancadaria entre adeptos, que chegam a derrubar um portão e a cair para a zona do nível do recinto, atrás das tabelas.

A confirmar-se o triunfo em casa da UD Oliveirense, o Óquei de Barcelos ascende ao terceiro posto, com 27 pontos, a quatro do líder FC Porto, trocando de posição com a equipa de Oliveira de Azeméis, que cai para quarto, com os mesmos 26 com que começou a ronda.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.