O AEK Atenas é acusado de ter infringido o regulamento de segurança da UEFA, no artigo que estipula que todos os locais públicos de passagem devem estar permanentemente desimpedidos, sendo ainda acusado pelo lançamento de objetos, de material pirotécnico, pela invasão de campo e distúrbios causados pelos adeptos, pela organização insuficiente e pela utilização de faixas de apoio ilícitas.

O clube holandês terá de responder por lançamento de objetos e de material pirotécnico.

O Ajax já estava sob alçada da UEFA devido a incidentes em Lisboa, aquando da visita ao Benfica, na ronda anterior do Grupo F da Liga dos Campeões.

As infrações de que são acusados os dois clubes, decorrentes do encontro da quinta jornada do Grupo E da Liga dos Campeões, que terminou com a vitória do Ajax em casa do AEK de Atenas por 2-0 e a respetiva qualificação para os oitavos de final, que garantiu ao Benfica a permanência nas competições europeias, na Liga Europa, serão julgadas pela Comissão de Controlo, Ética e Disciplina da UEFA em 13 de dezembro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.