A FPF deu conta da distribuição de 4.578,61 euros pelos 31 clubes da I e II Ligas portuguesas que não chegaram às fases de grupos da Liga dos Campeões ou da Liga Europa na época 2020/21.

Cada emblema vai receber 147.701,97 euros, destinados a ser investidos na formação. FC Porto, Benfica e Sporting de Braga foram os únicos clubes aos quais não foram concedidas quaisquer verbas do fundo de solidariedade, uma vez que participaram nas fases de grupos das duas competições europeias.

Os ‘dragões’ disputaram a fase de grupos da Liga dos Campeões e chegaram aos quartos de final da prova ‘milionária’, enquanto ‘águias’ e minhotos estiveram nos grupos da Liga Europa, na qual atingiram os 16 avos de final, ao contrário de Sporting e Rio Ave, que caíram nas fases preliminares e, por isso, também vão receber as verbas provenientes do fundo de solidariedade da UEFA.

O montante do fundo de solidariedade da UEFA de 2020/21, que já tinha sido revelado em dezembro pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), é superior em cerca de 400 mil euros do que na época passada, quando foram repartidos perto de 4,187 ME por 29 clubes lusos, o que resultou num encaixe de 145 mil euros para cada emblema.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.