A UEFA confirmou a decisão do Comité de Controlo, Ética e Disciplina aprovada em 04 de maio, que impôs ao treinador argentino uma sanção de quatro jogos de suspensão e a multa de 10 mil euros, na sequência da expulsão frente ao Arsenal (1-1), em 26 de abril, na primeira mão das meias-finais da Liga Europa.

O treinador Diego Simeone já cumpriu um jogo de suspensão, na segunda mão com o Arsenal (1-0), em Madrid, disputado em 03 de maio, e vai cumprir o segundo dos três que faltam na final da Liga Europeia, em 16 de maio, frente ao Marselha, em Lyon.

Se o Atlético de Madrid vencer a Liga Europa, Diego Simeone também não se sentará no banco na Supertaça Europeia, em 15 de agosto, em Talin, na Estónia, com o vencedor da Liga dos Campeões, a disputar entre o Real Madrid e o Liverpool.

Diego Simeone foi punido depois de ter sido expulso pelo árbitro francês Clément Turpin na primeira mão das meias-finais com o Arsenal, em Londres, depois de ter protestado furiosamente por uma falta sobre Lucas Hernández, três minutos após a expulsão do croata Sime Vrsaljko, por duplo amarelo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.