O comité executivo do organismo que tutela o futebol europeu lembra que a regra de permitir até cinco substituições está em vigor nas competições nacionais e internacionais devido à pandemia de covid-19, tal como acontece nos jogos de qualificação para o Mundial2022, e que por isso decidiu estender esta alteração.

“Foi decidido estender esta alteração ao Euro2020, entre junho e julho de 2021, à fase final da Liga das Nações, em outubro de 2021, e aos ‘play-off’ de despromoção da Liga das Nações, em março de 2022″, explica a UEFA.

O Campeonato da Europa de 2020 foi adiado para o período entre 11 de junho e 11 de julho de 2021, devido à pandemia de covid-19.

No Euro2020, Portugal, que defende o título, estreia-se no Grupo F frente à Hungria, em Budapeste, em 15 de junho, defrontando, depois, a Alemanha, em Munique, no dia 19, e a França, atual campeã do mundo e vice-campeã da Europa, em 23 de junho.

Já na fase final da Liga das Nações vão estar as seleções da Itália, Espanha, Bélgica e França. O ‘play-off’ de despromoção da Liga C das Nações para a D vai envolver as seleções da Moldávia, Cazaquistão, Estónia e Chipre.

O organismo anunciou também que reviu a sua decisão de 01 de outubro de 2020, segundo a qual permitia o regresso de espetadores aos jogos da UEFA até 30% da capacidade, retirando esta regra.

“O comité executivo da UEFA decidiu que, atendendo ao facto de cada uma das 55 federações membros enfrentar uma situação diferente no que diz respeito ao combate à pandemia, esse limite já não é necessário e que a decisão sobre o número de espetadores permitidos deve ser da exclusiva responsabilidade das autoridades nacionais competentes”, refere.

Assim, o limite de 30% da capacidade do estádio foi levantado, bem como a proibição de espetadores nos jogos de futsal, mas mantém-se a proibição de adeptos visitantes assistirem a jogos da UEFA, uma vez que “existem restrições nas viagens” e que são necessárias medidas que “minimizem os riscos relacionados com a covid-19″.

A UEFA refere ainda que a decisão sobre os novos calendários nas competições europeias a partir de 2024 apenas será tomada no dia 19 de abril.

Em causa está um possível aumento do número de equipas a disputar a Liga dos Campeões, de 32 para 36, tal como uma alteração no formato da competição, que em vez de se disputar numa fase de grupos será numa liga única, em que cada equipa vai jogar contra adversários equilibrados, com base no ‘ranking’ das equipas.

Outra das decisões tomadas foi sobre as seleções que vão estar presentes no Mundial de sub-20 feminino, uma vez que o europeu da categoria, que serve de qualificação para o Campeonato do Mundo, acabou por ser cancelado.

“Foi decidido o coeficiente da fase de qualificação de 2020/21 para determinar as equipas que representarão a Europa na competição. As equipes qualificadas são, portanto, a Espanha, França, Alemanha e Países Baixos”, conclui.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.