Em comunicado, o emblema famalicense conta que Ulisses Morais "colocou o lugar à disposição da direção do FC Famalicão e as partes concordaram que a saída do treinador seria a melhor solução para a defesa dos interesses da instituição, uma decisão acertada de forma amigável entre as partes".

Esta saída acontece numa altura em que o clube soma, em dez jogos, apenas duas vitórias, tendo três empates e cinco derrotas, e a dois dias da visita do Sporting a Famalicão, num jogo a contar para a terceira eliminatória da Taça de Portugal.

A agência Lusa procurou saber junto de fontes do clube como será feita a preparação da equipa para a receção aos ‘leões’ mas, até ao momento, não foi possível esclarecer quem irá dirigir o plantel enquanto não for escolhido um novo treinador pela direção de Jorge Silva.

Na nota do clube lê-se ainda que "a direção do FC Famalicão vai agora encetar o processo de escolha de um novo treinador para o projeto desportivo do clube".

O Famalicão aproveita para desejar "os maiores sucessos desportivos e pessoais" a Ulisses Morais.

"[O clube] Agradece a forma como Ulisses Morais e a sua equipa técnica se empenharam no projeto desportivo do clube, que não conduziu aos resultados desportivos que todos esperavam. A forma leal, postura digna, empenho e trabalho dedicado em todo o tempo ao serviço do clube merece por parte da direção o maior agradecimento", acrescenta o comunicado.

O Famalicão, que não vence há quatro jogos, segue em 18.º lugar na II Liga, tendo sido já arredado da Taça da Liga.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.