Serena, de 36 anos, não jogava há 14 meses, por ter sido mãe após o Open da Austrália de 2017, que venceu.

No regresso à competição, a falta de ritmo da jogadora, vencedora de 23 títulos Grand Slam, acabou por ditar a 12.ª vitória da irmã mais velha em 29 duelos entre as duas, depois de um primeiro ‘set’ que durou apenas 36 minutos e de um segundo onde ainda quebrou o serviço da irmã, para 5-4, antes de perder o jogo seguinte.

“Com ela [Serena], o jogo nunca está arrumado. Tive a vantagem de ter jogado muito mais jogos que ela, mas o que tem mostrado nos últimos dias é impressionante”, disse, no final, a vencedora do encontro.

Na próxima ronda, Venus, que aos 37 anos ocupa o oitavo lugar do ‘ranking’ WTA, vai defrontar a letã Anastasija Sevastova, 20.ª jogadora mundial.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.