Os flavienses ainda chegaram a anular a desvantagem de 2-0 trazida da primeira mão e chegaram aos 3-0, com golos de Perdigão (01 minuto), Bressan (33) e Nuno André Coelho (63), mas os vimaranenses estiveram pouco tempo em desvantagem na eliminatória, com Marega a reduzir para 3-1 dois minutos depois (65), colocando a sua equipa em vantagem devido aos golos marcados fora.

Na final, o Vitória, que viu ainda o seu guarda-redes Douglas defender uma grande penalidade nos instantes finais da partida, vai defrontar o vencedor da eliminatória entre Benfica e Estoril-Praia, cuja segunda mão se disputa na quarta-feira no estádio da Luz, e na qual os ‘encarnados’ estão em vantagem, depois de terem vencido na primeira mão por 2-1.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.