Vingegaard, que hoje aguardou pelo atual bicampeão do Tour quando este caiu, atacou a mais de três quilómetros do alto do Hautacam, onde terminaram os 143,2 quilómetros da tirada que começou em Lourdes, e cortou a meta após 03:59.50 horas, à frente de Pogacar, segundo a 01.04 minutos, e do seu colega belga Wout van Aert, terceiro a 02.10.

No duelo entre os dois principais candidatos à vitória na Volta a França, fica a imagem de um bonito gesto de 'fair-play'.

Pogacar caiu na descida prévia à última subida da etapa 18. O dinamarquês podia ter atacado, mas desacelerou até que o rival o voltasse a alcançar. O episódio termina com um aperto de mão, em sinal de agradecimento.

Veja o momento

Após a última etapa de montanha desta edição, e a duas jornadas da chegada a Paris, o dinamarquês de 25 anos lidera a geral com 03.26 minutos de vantagem sobre o jovem esloveno da UAE Emirates e oito sobre o britânico Geraint Thomas (INEOS), tendo pela frente, na sexta-feira, 188,3 quilómetros, maioritariamente planos, entre Castelnau-Magnoac e Cahors.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.