Veloso, vencedor da Volta em 2014 e 2015 e terceiro em 2019, foi o mais rápido nos sete quilómetros do prólogo, com um tempo de 9.39 minutos, um segundo a menos do que Reis, no segundo lugar, e o colega de equipa nos ‘dragões' Daniel Mestre, terceiro, numa classificação que espelha a geral.

O novo camisola amarela venceu ainda uma etapa pela 11.ª vez na Volta, juntando-a aos triunfos de 2006, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017, num dia em que o colega de equipa João Rodrigues, vencedor em 2019, foi oitavo, a oito segundos, com Jóni Brandão (Efapel), segundo na temporada transata, no sexto, a sete segundos.

O ‘veterano' espanhol veste a primeira amarela da edição especial da prova na segunda-feira, na primeira etapa, a mais longa deste ano, que liga Montalegre a Viana do Castelo, ao alto de Santa Luzia, ao longo de 180 quilómetros.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.