“Para falar dos dois é certo que temos de olhar para os seus dados e para as estatísticas, não é surpreendente, mas os dois são muito bons jogadores e creio que um engrandece o outro”, afirmou o francês, nas vésperas do anuncio do vencedor da Bola de Ouro de 2017.

Na conferência de imprensa de antevisão da receção aos alemães do Borussia Dortmund, para o Grupo H da Liga dos Campeões, Zidane defendeu o avançado português, pela fase menos boa que tem atravessado.

“Ele é tão grande que quando as coisas não saem como ele quer ou como as pessoas estão acostumadas é normal que se opine e se fale dele. Penso que os madridistas sabem o que está a fazer. Há bem pouco tempo fez uma época fenomenal. Está é longa e estamos a metade do caminho e cuidado que ainda faltam seis meses”, referiu.

O capitão da seleção portuguesa já venceu a Bola de Ouro em 2008, 2013, 2014 e 2016, sendo considerado o favorito a erguer o troféu de 2017 na quinta-feira, podendo igualar o avançado do FC Barcelona, distinguido com o prémio em 2009, 2010, 2011, 2012 e 2015.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.