Em comunicado de hoje, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) refere que o apoio se destina também a projetar a imagem da região “por via da realização de eventos associados ao património, à cultura e a bens culturais e, em consequência, impactar a captação de fluxos turísticos internos ou externos”.

O financiamento europeu prevê, designadamente, a itinerância de eventos culturais ou a promoção conjunta de equipamentos a nível intermunicipal e/ou regional, sublinha a nota.

As candidaturas podem ser formuladas até 31 de agosto por agentes culturais, municípios, entidades intermunicipais e organismos da administração pública.

O financiamento cobre a aquisição de serviços associados à realização de eventos culturais ou espetáculos, ações de divulgação e aquisição de bilheteiras eletrónicas.

“Serão utilizadas as flexibilizações abertas pela Comissão Europeia para que o apoio seja a uma taxa de comparticipação de 100%”, assinala a CCDR-N.

Esta linha de financiamento junta-se a outros incentivos que o Norte 2020 já atribuiu desde o início do ciclo comunitário a investimentos valorizadores do património cultural da região, ascendendo a 58 milhões de euros de fundo europeu.

O Norte 2020 é um instrumento financeiro com uma dotação global de 3,4 mil milhões de euros para apoio ao desenvolvimento regional do Norte de Portugal.

Está integrado no Acordo de Parceria Portugal 2020 e tem como autoridade de gestão a CCDR-N.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.