O ano de 2021 começou com uma redução das comissões cobradas nas transferências feitas por MB Way por causa de uma intervenção do parlamento, mas a edição desta segunda-feira do Público adianta que foi compensada com a criação e aumento de outros custos bancários.

O diário adianta que já existem bancos a cobrar entre seis a 12 euros para levantar dinheiro ao balcão e que em 2021 duas grandes instituições vão agravar os custos nas transferências realizadas pela Internet.

Sobre este último ponto, de acordo com o jornal, a Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai aumentar o preço a partir de 1 maio, sendo que o custo passará dos 0,80 para os 0,95 euros. O outro banco que aumenta igualmente a mesma comissão é o Millennium BCP, que vai subir de um euro para 1,10 euros, a partir de 17 de maio.

Em julho de 2020, o parlamento aprovou em votação final global o fim de várias comissões bancárias no MB Way em determinadas operações de baixo valor, com um “limite de operação de 30 euros, um limite mensal de 150 euros, e até 25 transferências por mês”, que passaram a ser gratuitas.

Acima dessas transferências, é aplicada uma taxa igual ao do regulamento de transferências da Comissão Europeia, na percentagem de 0,2% para cartões de débito e 0,3% para os cartões de crédito, segundo o deputado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.