Num comunicado divulgado hoje após a reunião do Conselho de Governadores do Banco Central Europeu (BCE), a instituição assinala que a guerra na Ucrânia “continuar a pesar na economia”, com impacto na confiança e a travar o crescimento no curto prazo.

No entanto, acredita que “estão reunidas as condições para que a economia continue a crescer” devido à reabertura da economia, um mercado de trabalho forte, apoios orçamentais e poupanças acumuladas durante a pandemia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.