Em conferência de imprensa em Frankfurt, o presidente do BCE, Mario Draghi, indicou ainda que também relativamente à inflação a instituição a que preside mantém a previsão de crescimento da taxa para este ano (0,2) mas para 2017 antecipa igualmente uma décima mais do que previa em setembro passado, projetando agora 1,3%.

Para 2018, o BCE prevê um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no espaço monetário único de 1,6%, que deverá manter-se no ano seguinte, e uma inflação de 1,5%, que a instituição projeta agora que cresça em 2019 para 1,7%, já muito próximo do seu objetivo, perto dos 2%.

O BCE anunciou hoje que vai aumentar o programa de compra de ativos ou prolongá-lo no tempo se isso for necessário para garantir a solidez da moeda única e garantir uma inflação perto de 2%.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.