Este resultado, anunciado hoje, deve-se essencialmente às receitas com a venda de mais de 2.000 milhões de doses de vacina desde o início do ano.

A BioNTech informou que obteve um lucro operacional de 10.584,1 milhões nos primeiros três trimestres, em comparação com perdas de 326,6 milhões no mesmo período do ano passado.

A faturação subiu para 13.444,2 milhões de euros, em comparação com 136,9 milhões há um ano.

“Continuamos a trabalhar diligentemente para responder às necessidades de vacinas no mundo com o compromisso de assegurar o acesso justo à vacina”, afirmou o presidente executivo e cofundador da BioNTech, Ugur Sahin, ao apresentar os números.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.