A operação foi notificada há uma semana, em 18 de maio, pela empresa chinesa de energia, dando até 01 de junho oportunidade para observações de interessados nesta operação de concentração.

Este não é o primeiro investimento do grupo chinês em Portugal, tendo em outubro do ano passado comprado à seguradora francesa Groupama a sua operação em Portugal.

A Urbaser, que tem uma subsidiária em Portugal, é a empresa-mãe de um grupo ativo nos setores dos serviços urbanos e tratamento de resíduos, sediado em Espanha.

Em Portugal, através da subsidiária, e das participações na SUMA e EGF, a Urbaser está ativa na prestação de serviços de construção e exploração de instalações de tratamento de água, na recolha, tratamento e eliminação de resíduos perigosos e de resíduos não perigosos, na produção de eletricidade, no comércio a retalho de combustível para veículos a motor em estabelecimentos especializados, na captação e tratamento de água.

A China Tianying, sediada na China e sem presença em Portugal, tem como principal atividade a incineração de resíduos sólidos urbanos (lixo doméstico) para gerar energia elétrica.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.