A operação, denominada “Convívio Seguro VI”, foi direcionada para estabelecimentos de restauração e bebidas, incidindo na fiscalização de 201 operadores económicos, anunciou a ASAE num comunicado em que refere que dos 38 processos de contraordenação instaurados, 23 estão relacionados com incumprimento das regras estabelecidas em contexto de pandemia.

Destes, 18 foram instaurados por “incumprimento das regras de lotação, distanciamento físico, venda de bebidas alcoólicas após as 21 horas, falta de máscara ou viseira e falta de observância da suspensão de atividade”, pode ler-se no comunicado.

Outros três referem-se ao não cumprimento das regras relacionadas com a verificação de certificado digital covid-19 ou teste negativo, ou à permanência no interior do estabelecimento de restauração sem o respetivo certificado.

Foi ainda determinada a suspensão de atividade de 11 estabelecimentos.

As ações de fiscalização decorreram nas cidades de Matosinhos, Guimarães, Chaves, Figueira da Foz, Viseu, Lisboa, Elvas e Albufeira.

Na ação estiveram envolvidos 80 inspetores da ASAE que contaram com a colaboração da Guarda Nacional Republicana e da Polícia de Segurança Pública.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.139.040 mortos em todo o mundo, entre mais de 192,5 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

Em Portugal, desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram 17.264 pessoas e foram registados 947.038 casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.