Trata-se da maior queda observada desde janeiro de 1991, tendo em conta dados corrigidos da variação sazonal, refere o organismo de estatística germânico.

Os analistas esperavam uma contração de 10% nas encomendas à indústria na maior economia europeia, pelo que os números ficaram muito acima das suas expectativas.

As encomendas feitas à indústria alemã pelos mercados externos caíram 16,1% em março, em comparação com o mês anterior, enquanto as encomendas do mercado interno registaram uma queda de 14,8%, segundo os dados hoje divulgados.

Em termos homólogos, as encomendas à indústria na Alemanha caíram 16,1% em março, mas sem a correção da variação sazonal.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.