"As empresas permaneceram geralmente otimistas em relação às perspetivas de curto prazo, embora a maioria dos distritos tenha expressado preocupação e incerteza sobre as tensões comerciais", diz o relatório da Fed, conhecido como "livro bege", que recolhe informações sobre a atividade nos Estados Unidos da América (EUA) nas últimas semanas.

O relatório salienta que as preocupações levaram várias empresas a “reduzir ou atrasar os investimentos de capital" nas diversas regiões.

No geral, a atividade da economia dos EUA continuou a crescer "num ritmo moderado", adianta o relatório publicado duas semanas antes da próxima reunião monetária da Fed, agendada para os próximos dias 25 e 26.

O documento também se refere às taxas aplicadas pelo Presidente norte-americano, Donald Trump, em relação às importações, que elevaram os preços.

"Os custos com fornecedores aumentaram mais rapidamente que os custos de venda ao público, embora tenha havido um aumento dos esforços para passar essas subidas de custos para os consumidores", acrescentou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.