No texto das conclusões do encontro do executivo madeirense, de coligação PSD/CDS e liderado pelo social-democrata Miguel Albuquerque, é referido que as propostas de decreto legislativo regional do Orçamento e do Plano e Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento (PIDDAR) para 2022 foram aprovadas e que o Governo Regional vai “submeter” os documentos “à aprovação” do parlamento regional.

O documento não refere os valores envolvidos nestas duas propostas.

O parlamento da Madeira já agendou a sua discussão em plenário, durante 22 horas, entre os dias 13 e 16 de dezembro.

No documento com as conclusões do encontro semanal do elenco governativo insular é também destacado que foi aprovada “a resolução que vem alterar as medidas de controlo da pandemia provocada pela covid-19” no arquipélago.

As medidas foram hoje anunciadas, em videoconferência, pelo chefe do executivo madeirense, na sequência do aumento de casos positivos registados nesta região.

Com cerca de 251 mil habitantes, a Madeira reportou hoje mais 52 infetados, 43 hospitalizados, 542 situações ativas e um total de 84 óbitos.

Do conjunto de medidas constam, entre outras, a obrigatoriedade de apresentação de certificado de vacinação e teste antigénio para frequentar qualquer recinto público ou privado, incluindo restaurantes e cabeleireiros, e o uso de máscara em locais abertos ou fechados a partir das 00:00 de sábado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.