A posição do administrador surge depois de o Sindicato de Trabalhadores da Indústria Mineira ter acusado a Beralt Tin and Wolfram Portugal (BTW - empresa que detém a exploração das minas e que é propriedade do grupo canadiano Almonty) de dar respostas "absolutamente vergonhosas" às propostas dos trabalhadores e de ter marcado uma greve de duas horas diárias, a cumprir entre 26 de abril e 8 de maio.

Hoje, em declarações à agência Lusa, Corrêa de Sá reiterou que a empresa não tem condições para ir mais longe do que o que já apresentou na negociação e sublinhou que, para além de um aumento de 0,5% no ordenado base, está também previsto um acréscimo em subsídio de turno, um aumento de anuidades e um aumento no subsídio de alimentação para os trabalhadores do interior.

Lamentando que o sindicato não tenha referido a proposta toda, Corrêa de Sá explicou que a exigência inicial do sindicato passava por um aumento salarial 90 euros mensais (10,89%) no ordenado base de todos os trabalhadores e que, entretanto a reivindicação foi fixada em 50 euros (6,05%).

Para aquele responsável, ainda que mais baixo do que o pedido inicial, o valor que está a ser exigido pelo STIM é "completamente inaceitável, irrealista e até insultuoso, considerando a situação pandémica do país com as seus terríveis efeitos em tantos e tantos trabalhadores".

Além disso, o administrador da BTW alerta que a empresa não tem condições para fazer face a esses valores, posição que já transmitiu aos trabalhadores através de uma comunicação interna.

No documento, que a empresa também enviou a Lusa, sublinha-se que, "por força da pandemia, o mercado do volfrâmio está fortemente deprimido" e que, no último ano, a empresa teve um prejuízo de 3,3 milhões de euros e que este ano as perdas já vão em 1,1 milhões.

A BTW admite que está "com dificuldade em cumprir os seus compromissos" e destaca que está "a fazer um grande esforço para garantir os salários".

Faz ainda uma comparação com as propostas de aumentos noutras empresas para destacar que há casos sem qualquer proposta de aumento e outros com proposta de zero.

A nota também garante que, nos "últimos 11 anos", o aumento do vencimento base na BTW foi de 24,97%, "mais do dobro da inflação registada nesse período", e "sem contar" com os aumentos de diferentes subsídios.

As Minas da Panasqueira são a única exploração de extração de volfrâmio a laborar em Portugal e empregam trabalhadores essencialmente oriundos dos concelhos da Covilhã e Fundão, no distrito de Castelo Branco.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.