A proposta, apresentada na sexta-feira e a que a agência Lusa teve hoje acesso, é assinada pelos deputados Paulo Mota Pinto, Ricardo Baptista Leite, Paula Cardoso, Rui Cristina e Duarte Pacheco.

Enquanto a construção da nova unidade não se concretizar, defenderam, o Governo terá de prever investimentos nos atuais hospitais de Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras, e garantir os recursos humanos necessários para assegurar a resposta assistencial.

Já a distrital do PSD/Oeste, presidida por Duarte Pacheco, alertou, em nota de imprensa, que os “hospitais de Torres Vedras e Caldas da Rainha não conseguem responder à afluência das pessoas às urgências e muitas permanecem horas deitadas em macas, que, por sua vez, impedem os bombeiros de prosseguir para a próxima urgência por terem de esperar também eles horas pelas macas”.

O PSD/Oeste chamou também a atenção para a “situação caótica em que se encontra a resposta aos cuidados de saúde primários” no Cadaval.

“As pessoas não conseguem marcar uma consulta médica ou demoram vários meses para conseguir uma consulta, ou têm de se deslocar ao sábado de madrugada para uma fila improvisada à porta do centro de saúde para obter uma consulta médica”, é referido.

Segundo dados oficiais do portal do Bilhete de Identidade dos Cuidados Primários de Saúde, o concelho possui 12.479 utentes, dos quais 8.398 têm médico de família e 4.076 não têm. Dos cinco médicos existentes, três estão de baixa.

As urgências dos hospitais de Torres Vedras e Caldas da Rainha têm estado, de forma esporádica, fechadas a doentes transportados pelos bombeiros, sendo as ambulâncias de socorro desviadas para outras urgências hospitalares pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU).

Por esse motivo, os bombeiros são obrigados a percorrer distâncias maiores e a despenderem mais tempo por cada serviço, ficando com menos ambulâncias disponíveis e tendo de recorrer a corporações vizinhas para garantir o socorro.

O CHO integra os hospitais das Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

O PSD/Oeste integra as concelhias de Alenquer, Arruda dos Vinhos, Cadaval, Lourinhã, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras, no distrito de Lisboa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.