Estas previsões são mais otimistas do que as do Fundo Monetário Internacional (FMI), que previu uma quebra económica de 8,0% e desemprego de 13,9% em 2020.

Para 2021, a Comissão Europeia estima uma recuperação da economia portuguesa de 5,8%, bem como uma diminuição da taxa de desemprego dos 9,7% para os 7,4%.

Défice português nos 6,5% e dívida de 131,6% do PIB em 2020

A Comissão Europeia previu hoje que o défice das contas públicas em Portugal atinja os 6,5% do PIB em 2020, com a dívida pública a atingir os 131,6% do PIB, devido ao impacto da pandemia de covid-19.

Estas previsões são mais otimistas do que as do Fundo Monetário Internacional (FMI), que em 15 de abril previu que em 2020 o défice das contas públicas portuguesas atingisse os 7,1% do Produto Interno Bruto (PIB), e que a dívida chegasse aos 135% do PIB.

Para 2021, a Comissão Europeia prevê uma diminuição do défice orçamental nacional para os 1,8% do PIB, bem como uma descida da dívida pública para os 124,4% do PIB.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.