Em comunicado, o INE adianta que em maio deste ano “a estimativa provisória da taxa de desemprego foi de 7,3%, tendo aumentado 0,1 pontos percentuais em relação ao mês anterior e diminuído 0,3 pontos percentuais face a fevereiro de 2018 e 1,9 pontos percentuais face a maio de 2017″.

De acordo com o INE, as taxas de desemprego “dos jovens e dos adultos foram estimadas em 20,8% e 6,3%, respetivamente. Ambas aumentaram 0,2 pontos percentuais em relação ao mês precedente”.

Em abril, a taxa de desemprego desceu para 7,2%, atingindo o valor mais baixo desde novembro de 2002, divulgou também hoje o INE.

“A taxa de desemprego de abril de 2018 situou-se em 7,2%, menos 0,3 pontos percentuais do que no mês anterior, menos 0,7 pontos percentuais em relação a três meses antes e menos 2,3 pontos percentuais face ao mesmo mês de 2017″, refere o INE.

“Aquele valor representa uma revisão em baixa, de 0,2 pontos percentuais, face à estimativa provisória divulgada há um mês e ter-se-á de recuar até novembro de 2002 para encontrar uma taxa inferior a esta”, acrescenta o instituto.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.